Rotas do ES – Rota do Mármore e do Granito

Rota do Mármore

Rota do Mármore

Uma rota de bons negócios

O potencial das rochas ornamentais capixabas atrai grandes negócios nacionais e internacionais para o estado. O roteiro percorrido por compradores de pedras e profissionais do segmento forma a Rota do Mármore e do Granito, a primeira voltada especificamente ao turismo de negócios no Brasil. Sobressaem Cachoeiro de Itapemirim, no sul, Nova Venécia, no norte, e Vitória, no centro.

O Espírito Santo é o principal produtor e o maior processador e exportador de rochas ornamentais do Brasil. Responde por praticamente metade da produção e das exportações do País. Também concentra mais da metade do parque industrial brasileiro. Estima-se, para esse segmento, um crescimento médio de 30% nas exportações nos próximos três anos. Além disso, investimentos da ordem de US$ 1 bilhão até 2013.

Vitória, com seu complexo portuário, consiste na principal via de exportação de blocos e chapas de pedras ornamentais do País. A capital sedia uma das duas edições anuais da Feira Internacional do Mármore e Granito, a Vitória Stone Fair Brasil. O evento exerce um papel fundamental para o desenvolvimento organizacional e tecnológico desse segmento, pois é nele que as empresas apresentam suas novidades. A outra edição da feira, a Cachoeiro de Itapemirim Stone Fair, é realizada em Cachoeiro de Itapemirim. A cidade é o maior pólo processador do Brasil, nacionalmente conhecido por seu parque industrial de beneficiamento de rochas ornamentais – o maior do estado.

No norte do estado, a extração e o beneficiamento do mármore e do granito estimularam o desenvolvimento dos municípios da Rota e incentivaram a criação de milhares de empregos. A região é conhecida como Núcleo de Extração de Nova Venécia e tem este município como referência.
Para Ver

Potencial

A exploração de rochas ornamentais é o terceiro maior gerador de receita para o estado e responde por 7% do produto interno bruto (PIB) capixaba. Das 26 maiores empresas brasileiras exportadoras de rochas ornamentais com faturamento superior a US$ 10 milhões em 2007, 21 encontram-se instaladas no Espírito Santo.

O tamanho das jazidas e a importância dos negócios alavancados por esse segmento da economia capixaba justificam a inclusão de 21 municípios na Rota do Mármore e Granito.

No sul do estado, onde Cachoeiro de Itapemirim se destaca como principal centro de extração concentra-se as jazidas de mármore. Ao Norte, que tem Nova Venécia como referência, estão as jazidas de granito.

Tecnologia

O principal parque industrial de beneficiamento das rochas ornamentais capixabas fica no sul do estado. Paralelamente, a Região Metropolitana da Grande Vitória registra um crescimento do número de empresas de processamento de mármore e de granito, responsáveis pela oferta de produtos de maior valor agregado.

Mercado

A modernização das instalações físicas e das relações de comércio, especialmente com o mercado exterior – intimamente relacionada à profissionalização do segmento de rochas ornamentais no estado -, e a promoção de eventos realizados para divulgar a produção regional – a exemplo da Vitória Stone Fair e da Cachoeiro Stone Fair – aumentaram a competitividade das empresas localizadas nos municípios da Rota.
Municípios que compõem a Rota

Vitória
Cachoeiro de Itapemirim – (a 134 km de Vitória)
Barra de São Francisco – (a 250 km de Vitória)
Nova Venécia – (a 246 km de Vitória)
Ecoporanga – (a 305 km de Vitória)
Água Doce do Norte – (a 290 km de Vitória)
Pancas – (a 176 km de Vitória)
Baixo Guandu – (a 176 km de Vitória)
Vila Pavão – (a 286 km de Vitória)
Muqui – (a 139 km de Vitória)
Rio Bananal – (a 148 km de Vitória)
São Domingos do Norte – (a 89 km de Vitória)
Água Branca – (a 213 km de Vitória)
Alegre – (a 196 km de Vitória)
Atílio Vivacqua – (a 165 km de Vitória)
Castelo – (a 141 km de Vitória)
Conceição do Castelo – (a 120 km de Vitória)
Linhares – (a 135 km de Vitória)
Mimoso do Sul – (a 173 km de Vitória)
Serra – (a 28 km de Vitória)
Vargem Alta – (a 136 km de Vitória)
Viana – (a 18 km de Vitória)

Fonte: Governo do ES

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*