Associação das Paneleiras de Goiabeiras

As Paneleiras de Goiabeiras, assim chamadas por ser a maioria de mulheres, residem no bairro de Goiabeiras, em Vitória, capital do Estado do Espírito Santo.

Em 1815, as panelas de barro de Goiabeiras já figuravam na lista de atrativos turísticos do Espírito Santo. O naturalista Saint Hilaire as descreveu, segundo o Dossiê das Paneleiras de Goiabeiras do Iphan, como: “caldeira de terracota, de orla muito baixa e fundo muito raso”, “… num lugar chamado Goiabeiras, próximo da capital do Espírito Santo”.

Com competência confeccionam, em barro, panelas, potes, travessas, bules, caldeirões, frigideiras etc, de diversas formas e tamanhos. O processo de fabricação, o ensinamento, transmitido de pais para filhos, permite que a identidade cultural desta atividade seja mantida com muito poucas alterações, há várias gerações. São avós, mães, filhas e netas exercendo o mesmo ofício que é praticamente o mesmo que os índios usavam quando aqui aportaram os portugueses na época do descobrimento.

Anteriormente, as Paneleiras trabalhavam individualmente em suas próprias casas. Atualmente, mais organizadas, estão agrupadas na Associação das Paneleiras de Goiabeiras, uma espécie de cooperativa. Trata-se de um galpão onde cada uma, independentemente, produz e comercializa suas próprias peças. Sob o aspecto econômico, a renda que auferem, é significativa no contexto da manutenção de suas famílias.

A Associação já se tornou um dos pontos turísticos da cidade, sendo visitada, regularmente, por turistas interessados em adquirir as peças e ver como as mesmas são confeccionadas. No futuro pretendem as Paneleiras expandir as instalações montando, inclusive, um restaurante de pratos típicos capixabas.

A panela de barro é uma tradição milenar no Espírito Santo. A cerâmica em argila queimada era fabricada pelos índios ainda antes da colonização portuguesa. Esta tradição se mantém viva graças às paneleiras de Goiabeiras-ES, que, há várias gerações, continuam fabricando artesanalmente as autênticas panelas de barro. Reconhecida nacional e internacionalmente como objeto de arte popular, a panela de barro não perde sua tradição utilitária. Está associada à genuína culinária espiritosantense, principalmente no preparo da Moqueca e da Torta Capixaba. Raiz da cultura popular do Espírito Santo, a legítima panela de barro capixaba é identificada por um Selo de Qualidade da Associação das Paneleiras de Goiabeiras.

Panela de Barro

As panelas de barro são os utensílios de cozinha mais antigos que existem. Praticamente todos os povos da terra em algum momento a utilizaram. Das panelas de barro, secas apenas ao calor ambiente, os povos passaram a coze-las em fogueiras e fornos, daí surgindo a cerâmica.

No Brasil, é bastante afamado o artesanato típico da cidade de Vitória-ES, que consiste em panelas de barro, feitas artesanalmente pelas Paneleiras de Goiabeiras, sem o auxílio de forno, cozidas em fogueiras a lenha, e recebendo logo após, uma tintura de tanino num ritual conhecido como “sova”, de acordo com a tradição indígena. Na mesma tradição, a cidade de Alegre, também no estado do Espírito Santo, tem seu artesanato de panelas de barro reconhecido.

No Nordeste, nas feiras populares, há grande comércio de panelas de barro artesanais.

Na região-centro oeste, na cidade de Pirenópolis, em Goiás são famosas as panelas de barro da família de D. Eva.

Existem panelas de barro de diversos tamanhos e são utilizadas no preparo de diversos pratos, como a moqueca capixaba e a torta capixaba. Também é usual utilizar caldeirões de barro para servir feijoada.

Forma de preparar uma panela de barro nova

– Unte a panela de barro, sem uso, com 2 colheres de óleo de cozinha;
– Leve-a ao fogo e deixe queimar até o óleo acabar;
– Em seguida, coloque a panela para esfriar e lave-a;
– Está pronta para usar;

Serviço

Associação das Paneleiras de Goiabeiras:
Endereço: Rua das Paneleiras, 55 – Goiabeiras, Vitória-ES
Tel: (27) 3327-0519

Horário:
Segunda-feira: Fechado
Terça Domingo: 08h as 19h

A compra da autêntica panela de barro capixaba só pode ser feita em dinheiro.

Fonte: Wikipédia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*